São Paulo sediará no próximo domingo mais uma edição da Parada do Orgulho LGBT, a décima realizada na cidade, e com o título de maior do mundo, tendo superado a marca de 2 milhões de pessoas no ano passado. Desde que se fixou no calendário paulista, este é o evento que mais visitantes atrai para a capital – em todo o Brasil, só perde para o carnaval carioca, na atração de público estrangeiro.
 
A grandiosidade dos números que gravitam em torno do segmento vai muito além dos milhares de participantes e visitantes que são atraídos pelo evento onde quer que ele se realize. Pesquisa apresentada ontem pela Associação Brasileira de Turismo LGBT (ABTLGBT) aponta que o turismo LGBT tem um crescimento médio anual de 11%, ante os 3,5% mantidos por outros setores da indústria. Pessoas que viajam pelo mundo e gastam 30% mais que o turista convencional.
 
Fico surpreso de que ainda haja quem resista em investir no atendimento de um público que já movimenta 10% do turismo mundial, segundo a mesma pesquisa. O dado ainda mais revelador é que 87% desses turistas utilizam agências de viagem, em média quatro vezes por ano.
 
Não restam dúvidas sobre o potencial de crescimento do turismo especializado, e temos nos preparado para auxiliar nossas associadas a se capacitarem para o atendimento de turistas que não querem ser estigmatizados, mas prezam pela qualidade dos serviços contratados, pelo alto grau de fidelização que representam para as agências de viagens.
 
Instituímos nesta gestão  uma vice-presidência que trabalha ativamente no tema, e entre os projetos em desenvolvimento tem a proposta de levar para a ABAV Expo um espaço inédito e inteiramente dedicado  a cinco importantes eixos do turismo especializado, entre os quais asseguramos a presença do LGBT.
 
Para finalizar, e voltar ao tema que inspira o blog desta semana, vamos honrar e respeitar nossa Parada, e desejar que neste domingo São Paulo seja a grande vitrine do orgulho LGBT para o mundo.
 
 
Edmar Bull
Presidente da ABAV Nacional
em Espaço ABAV/Blogosfera Panrotas