A partir de 2020, a União Europeia (UE) vai estar conectada a um novo sistema de controle de entrada de turistas. Cidadãos de 60 países, incluindo os brasileiros, terão de solicitar o novo visto ETIAS na internet para poder entrar e visitar a Europa.

O Sistema Eletrônico para a Autorização de Viagem (ETIAS na sigla em inglês) está neste momento na fase final de desenvolvimento e implementação. A Comunidade Europeia criou esta nova autorização não só para melhorar a segurança das fronteiras internas da Europa, mas também para agilizar o controle de passaportes à chegada na Europa.

O ETIAS vai mudar completamente a maneira dos brasileiros viajam à Europa. Atualmente, os cidadãos do Brasil não necessitam de visto, mas dentro de pouco terão se cadastrar no sistema online do ETIAS para poderem entrar no velho continente.

Os países ETIAS para brasileiros e as chaves do novo visto
O ETIAS será um requisito necessário para todos os cidadãos de 60 países que atualmente estão isentos de visto. No caso da América Latina, são 15 países no total, Brasil incluído, que serão afetados por esta nova medida e, que uma vez esteja terminada a sua implementação, deverão obter esta autorização antes de iniciar a viagem, através de um formulário on-line. 

O ETIAS irá recolher informações sobre os visitantes que não necessitam de visto para entrar nos países do chamado Espaço Schengen, a fim de realizar análises de segurança e prevenir a imigração irregular.

Estas são as chaves do programa:

Os países que pode visitar com o ETIAS
O ETIAS permitirá ao viajante de visitar todos os países do Espaço Schengen.

O Espaço Schengen é um acordo que garante a possibilidade de viajar sem restrições nos territórios de 26 países europeus: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália. Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Holanda, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

É importante lembrar que nem todos os 28 países da União Europeia (UE) fazem parte da área Schengen e que nem todos os países Schengen fazem parte da União Europeia. A Grã-Bretanha e a Irlanda, por exemplo, fazem parte da UE (a Grã-Bretanha deve deixar o Brexit), mas não o espaço Schengen; enquanto a Noruega, a Suíça, a Islândia e o Liechtenstein fazem parte do espaço Schengen, mas não da UE.

O ETIAS facilitará o acesso aos países dentro do espaço Schengen para todos aqueles que atualmente não necessitam de visto.

Quais os países que vão precisar se cadastrar no sistema ETIAS?
O ETIAS será obrigatório para todos os visitantes de países que até agora estavam isentos de visto para entrar no espaço Schengen.

Os países do continente americano que vão precisar da permissão são: Antígua e Barbuda, Argentina, Bahamas, Barbados, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Dominica, El Salvador, Granada, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, São Cristóvão e Névis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Trinidad e Tobago, Estados Unidos, Uruguai e Venezuela.

Qual é a sua validade?
Esta autorização de viagem será válida por três anos ou até o final da validez do documento de viagem usado durante o registro, se esta data for anterior, e poderá ser utilizada para estadias de até 90 dias em um período de 180 dias. O ETIAS poderá ser estendido dependendo da lei de cada país do Espaço Schengen.

Em que consiste o visto Europeu para brasileiros?
O chamado Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS) visa vem reforçar os controles de segurança e imigração na União Europeia. O ministro do interior da Bulgária, Valentin Radev, cujo país, neste momento, preside o Conselho da UE, disse que, o novo sistema permitirá verificações antecipadas e, se necessário, negar autorização de viagem. Contribuirá para melhorar a segurança, prevenir a imigração ilegal, proteger a saúde pública e reduzir os atrasos nas fronteiras graças à identificação de pessoas que possam representar um risco.

Fonte: Etias Europa